Saiba como desvendar os sentimentos do seu Cão!
Cães, Comportamento

Desvende os sentimentos do seu Cão

Você percebe quando seu cachorro está entediado? E com medo? Desvende suas emoções e sentimentos e saiba o que fazer para contornar problemas

Aprender a lidar com os hábitos e a personalidade de nossos pets é uma tarefa que se aprimora ao longo do tempo, como em qualquer outra relação. Saber “ler” os sentimentos do seu animal é algo que faz diferenças nas relações e no dia a dia.

Caso você seja um marinheiro de primeira viagem como dono de um cãozinho, este texto é especialmente importante, pois ajuda a compreender o comportamento de seu amigo canino.
Vamos desvendar a linguagem corporal, os sentimentos dos cachorros, de que forma podemos identificá-las e o que podemos fazer quanto a cada um deles.

1. Tédio

Cachorro entediado! Que dó!

Cachorro entediado! Que dó!

Seu cão começa a te seguir por toda a parte, não dá atenção para os seus brinquedos ou às atividades que costuma fazer. Ele começa a destruir a mobília quando você não em casa e fica latindo sem motivo. Saiba que isto é sinal de que ele está entediado.
Tente fazer com que ele se interesse por coisas novas, quem sabe um brinquedo ou uma brincadeira? Nunca grite ou puna o animal quando ele está latindo, pois ele irá associar os latidos à conquista da sua atenção, mesmo que esta atenção sejam gritos e castigos.

 

2. Excitação

Cachorro Excitado, pula, corre, late sem parar!

Cachorro Excitado, pula, corre, late sem parar!

Seu pet corre eletricamente pela casa, latindo em um tom estridente e balançando a cauda sem parar. Ele certamente está muito animado com alguma coisa ou louco de vontade de brincar e gastar energia.
Uma solução é atirar alguma coisa para que ele vá buscar, para que se exercite um pouco. Se a ideia é que saia logo do estado de euforia, o jeito é manter uma atitude calma. Se der bronca, ele ficará ainda mais animado.
Na hora de receber visitas, para controlar a excitação, tente colocá-lo na coleira, recompensando-o com petiscos quando ele se acalmar. Ele associará as coisas e ficará relaxado mais facilmente.

3. Medo

Se não souber lidar com o medo, a situação pode piorar!

Se não souber lidar com o medo, a situação pode piorar!

Orelhas voltadas para baixou ou para trás, ganidos agudos, olhos arregalados e o rabo entre as pernas. Seu cão está assustado com alguma coisa.
Se o problema for um objeto ou barulho em casa, tente mostrar ao cão em um ambiente controlado que ele não precisa ter medo.
Se o causador do medo for o som de trovões, fogos de artifício ou algo além do seu controle, fique ao lado do cão em um local em que se sinta seguro, faça carinho e fale em tom tranquilo, para que veja que está protegido. Isso aliviará o pânico até o perigo passar.

4. Ameaça

Quando o cão se sente ameaçado pode atacar, é preciso cuidado para reverter a situação!

Quando o cão se sente ameaçado pode atacar, é preciso cuidado para reverter a situação!

Se seu cão mostrar os dentes, rosnar, ficar com as pupilas contraídas, com postura de ataque e cauda em riste, saiba que ele está furioso. Pode ser que ele esteja se sentindo ameaçado e não que queira machucar alguém.
Tente descobrir o que está fazendo com que o cão se sinta acuado. Os animais territorialistas costumam se irritar quando algo ou alguém “invade” o seu espaço. A esterilização é capaz de diminuir esse instinto.
Às vezes, é preciso colocar focinheiras para evitar que acabem ferindo as pessoas, animais ou mesmo a si. Converse com um veterinário e veja o pode ser feito para tornar o cão mais dócil.

5. Felicidade

Alguns até parecem que sabem sorrir!

Alguns até parecem que sabem sorrir!

Esta é a mais fácil todas: língua pendurada para fora, olhos bem abertos e cauda balançando suavemente. Sim, ele está relaxado e feliz
Para que ele continue assim, deixe à disposição dele água e comida fresca, brinque, passeie e leve-o a consultas periódicas no veterinário.
Para seu cão costuma ficar triste quando você sai de casa, evite se despedir dele e, ao voltar, não faça “festa”. Trate-o como se você tivesse saído por alguns momentos.
Os cães reservam muito mais emoções do que estas. Estudos já provaram que, assim como reconhecemos suas expressões, eles também reconhecem as nossas. Para uma relação gostosa e saudável, é essencial conhecer seu melhor amigo e estar disposto a oferecer a ele os cuidados e carinhos que ele precisa.

 

Fique sempre atento à esses sinais, desvende os sentimentos do seu cão e evite problemas! Assim as chances do seu peludo ser MUITO Feliz só aumentam!

 

Fonte: PetMag

Comentários