Funções da Glândula Adanal/Anal dos Cães
2

Funções da glândula adanal ou anal dos Cães

A glândula anal dos Cães tem como principal função carregar a substância que distingue os cães e identifica suas características entre si. Saiba mais sobre essa glândula e os problemas que ela pode causar!

 

Talvez você nunca tenha ouvido falar nem saiba que essa glândula existe e onde fica localizada. Geralmente, só se tem conhecimento dessa glândula quando ela vem a apresentar algum inconveniente para o seu cachorro. Este problema é mais comum em raças pequenas, mas pode atingir todas as raças.
Este é mesmo um tema que incomoda muitos cães e seus proprietários. Apesar dos sacos anais serem popularmente chamados de glândulas anais, tecnicamente não são de fato glândulas.

 

Mas então o que é glândula anal ou adanal ou sacos anais?

Essas duas “glândulas” são pequenos depósitos localizados de cada lado do reto, entre os músculos do esfíncter anal interno e externo, um em cada lado do ânus. O saco anal, ou glândula anal ou adanal, esvazia-se através de um duto curto e estreito, localizado na borda interna do ânus. Cada saco é repleto de material oleoso, glândulas sebáceas e glândulas apócrinas. A substância secretada é um fluido semioleoso, que carrega um odor forte.

As glândulas anais, ou adanais, produzem um líquido de cor castanha e têm a função de espalhar o odor de um cão por onde ele passar, isto serve para que outros cães o identifiquem. Por este motivo, os cães, ao se apresentarem um ao outro, levantam a cauda e ficam se cheirando por algum tempo.

Em algumas situações, como medo, ansiedade ou felicidade, o cachorro pode liberar essa secreção. Por razões desconhecidas, alguns cães produzem um material bastante espesso, semissólido, e estes animais estão muito mais propensos a ter problemas na glândula anal, ou saco anal, devido à incapacidade para passar este material semissólido através de um conduto estreito, de forma a excretar a substância. Em muitos casos, o saco anal ou glândula anal, pode infeccionar, causando, além de dor e inflamação, uma erupção na superfície da pele do cachorro.

Algumas pessoas que levam os cães para banho em pet shop reclamam aos banhistas que o seu cachorro já volta do banho com mau cheiro, em face disto, alguns estabelecimentos têm o costume de esvaziar esta glândula para evitar esta reclamação do proprietário, só que este hábito poderá acarretar em inflamação das glândulas. Portanto, para que você e seu cãozinho tenham plena segurança, é indicado que este esvaziamento da glândula anal só seja feito quando recomendado pelo veterinário e seja realizado apenas por esse profissional.

 

Mas como saber se a glândula adanal está inflamada?

Se o seu cachorro começar a apresentar os sintomas abaixo, é hora de procurar um veterinário.

• Morder a cauda;
• Arrastar o bumbum no chão;
• Ter dificuldade para defecar;
• Odor forte;
• Inchaço;
• Dor e desconforto.

Funções da Glândula Anal dos Cães

Arrastar o bumbum no chão pode ser sinal de inflamação na glândula anal do seu Cão! Consulte o Veterinário!

Como tratar a inflamação da glândula adanal?

O veterinário deverá retirar o líquido excessivo, lavar, desinfetar e entrar com medicação (antibióticos e anti-inflamatórios), para o tratamento adequado. Havendo recidivas, deverá ser realizado este processo quinzenalmente, em casos crônicos pode ser indicada a cirurgia para retirada das glândulas adanais. Certifique-se de discutir os prós e contras da cirurgia com seu veterinário, apenas animais com problemas crônicos na glândula anal devem optar por esta conduta.

 

Como prevenir essa inflamação?

Optar por dietas ricas em fibras que farão o bom funcionamento intestinal, as fezes firmes atuam naturalmente para o esvaziamento, enquanto que fezes moles não exercem pressão suficiente para o esvaziamento natural. Portanto, é muito importante estabelecer uma dieta adequada à formação do bolo fecal para evitar problemas crônicos.

E lembre-se de caso identifique algum dos sintomas acima apresentados, leve seu cão ao médico veterinário de confiança para avaliação.

 

Fonte: Blog do Cachorro

Comentários

Lolita

Lolita

Mascote oficial do Pet shop Online Lolipet, sou uma misturinha de Husky Siberiano e Border Collie super querida por todos e muito esperta! Adoro brincar na praia, no parque, na lama e com a cachorrada toda! Sou uma cadela terapeuta e adoro dar carinho para quem precisa!

2 Comments

    • Daniel, apenas animais com problemas crônicos na glândula anal devem optar por esse procedimento de retirada, e claro, com o consentimento do médico veterinário de confiança e levando em consideração ou prós e contras dessa cirurgia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *