Problemas urinários em Gatos são mais comuns do que eles gostariam, e listamos 5 sinais para te ajudar a identificar algo estranho.
0

5 sinais de problemas urinários em Gatos

Problemas urinários são as preocupações mais comuns entre donos de gatos. Vamos falar sobre 5 sinais que indicam que o seu gatinho está precisando de ajuda.

Problemas urinários afetam muitos gatos, cistite, inflamação e infecção do trato urinário são muito dolorosos. Em alguns casos acontece a formação de cristais, potencialmente doloroso para os gatos machos, que têm menor diâmetro da uretra. Em qualquer caso, o tratamento médico é essencial.

Seja você pai de pet ou de humano, observar o comportamento do seu filho é fundamental para detectar qualquer problema ou anormalidade. Listamos 5 sinais comuns que gatos geralmente apresentam em casos de distúrbio no trato urinário.

Embora seja um post sobre problemas urinários em gatos, esses cinco sinais citados também são relevantes para os cães.

Pets assim como filhos, precisam ser constantemente observados. Mudanças no comportamento podem ser sinal de problema de saúde.

Pets assim como filhos, precisam ser constantemente observados. Mudanças no comportamento podem ser sinal de problema de saúde.

5 sinais de problemas do trato urinário

1. Urinando fora da caixa de areia:

Os gatos podem associar a dor com a caixa de areia e buscar outros locais para urinar. A cistite também causa vontade quase incontrolável de fazer xixi, talvez ele não consiga chegar na caixa de areia todas as vezes. Então, se o episódio do xixi fora da caixa acontecer, é importante consultar o médico veterinário e avaliar se não é nenhum problema urinário, infecção, inflamação ou bloqueio, por exemplo.

Infecções urinárias e renais são comuns em gatos mais velhos, por isso, deve ser descartado qualquer distúrbio de saúde antes de pensar em problemas comportamentais.

Existem muitas razões comportamentais para que o bichano cometa acidentes desse tipo, por exemplo: o gato não gostar da caixa de areia nova ou da areia muito perfumada, stress, problemas com outros gatos, etc.

Gatos idosos, especialmente aqueles que sofrem de artrite, podem ter dificuldade em entrar ou sair da caixa de areia e encontrar outros locais mais “acessíveis” para urinar. Nesse caso, é importante providenciar uma caixa baixa e grande que seja fácil de usar.

Se o gatinho sempre fez o xixi na caixa de areia sem problemas e de um dia pro outro começou a fazer xixi em outros lugares pela casa é importante levá-lo num veterinário de confiança para examiná-lo.

Se o gatinho sempre fez o xixi na caixa de areia e de um dia pro outro começou a fazer xixi em outros lugares pela casa, é importante levá-lo no veterinário de confiança para examiná-lo.

Deve-se notar que os gatos podem evitar a caixa de areia depois de serem tratados por um problema urinário (ou intestino), porque eles associam a caixa com o desconforto da doença anterior. Portanto, uma lavagem completa da caixa de areia ou até a troca por uma nova e a substituição completa da areia podem ser necessários para recomeçar.

Cães que apresentam vazamento de urina ou que tenham acidentes urinários em casa (desconsiderando a falta de treinamento) também podem sofrer de infecção do trato urinário ou incontinência.

2. Urinar mais frequentemente:

Muitas vezes, tentar urinar com muita frequência onde pouca ou nenhuma urina é produzida é sinal de problemas urinários. Este esforço repetido e a posição de cócoras pode ser confundida com constipação, que é outra condição que também pede uma visita ao consultório veterinário.

Por isso, fique de olho nos torrões de xixi formados na caixa de areia. Se aumentar a quantidade de torrões e diminuir o volume de cada um deles é sinal de alerta.

Se a frequencia de xixi mudou e principalmente a quantidade eliminada a cada xixi, consulte o vet!

Se a frequência de xixi mudou e principalmente a quantidade eliminada a cada xixi, consulte o seu vet!

Importante: não ser capaz de urinar pode indicar um bloqueio parcial ou total da uretra, particularmente em machos, e é uma emergência com risco de vida. Minutos e horas importam. Não espere, leve ao seu veterinário de confiança.

3. Dor ou sangue ao urinar:

Choro, gagueira ou dor quando pega o gato no colo (área abdominal). Estes parecem ser problemas óbvios que precisam ser vistos imediatamente, portanto consulte o seu veterinário o mais rápido possível!

4. Lambedura excessiva nas “partes íntimas”:

Às vezes, a lambida também pode causar irritação secundária. E também pode sinalizar dor local, importante checar!

Falta de apetite, apatia e outros sinais comportamentais também exigem ánalise do médico veterinário.

Falta de apetite, apatia e outros sinais comportamentais também exigem análise do médico veterinário.

5. Letargia, não comer, comportamento “irritadiço”:

Estes sinais podem ser notados em uma variedade de doenças, e devem sempre ser verificados. Por isso, observar atentamente o comportamento do pet é tão importante, qualquer mudança pode ser sinal de problema!

Problemas urinários são sérios

Um bloqueio parcial ou total pode se tornar fatal em poucas horas. Além disso, animais de estimação com sinais de dificuldades urinárias, exigem um check-up feito pelo veterinário e ter o tratamento iniciado o mais rápido possível.

Portanto, se nenhum problema médico for encontrado, o que resta é o comportamental. Todavia, problemas comportamentais também podem ser resolvidos com treinamento e paciência.

PS: este artigo foi escrito apenas para fins informativos. Se o seu animal de estimação estiver apresentando algum sinal de doença, consulte um médico veterinário o quanto antes.

 

Leia também:

11 coisas que só donos de Gatos entenderão

Erva do Gato: Tudo sobre Catnip

Comentários

Lolita

Lolita

Mascote oficial do Pet shop Online Lolipet, sou uma misturinha de Husky Siberiano e Border Collie super querida por todos e muito esperta! Adoro brincar na praia, no parque, na lama e com a cachorrada toda! Sou uma cadela terapeuta e adoro dar carinho para quem precisa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *